Últimas Notícias

Nacionais

Internacionais

Recent Posts

Marcelo Aguiar grava clipe "Junto e Misturado" em Goiânia

Gospel World Webmaster 7/07/2016 Add Comment
 Marcelo Aguiar grava clipe "Junto e Misturado" em Goiânia
Na manhã da última segunda-feira (5/7), o cantor Marcelo Aguiar esteve em Goiânia (Go) para a gravação de seu novo vídeo-clipe. Marcando um novo tempo na carreira, Marcelo captou as imagens da música "Junto e Misturado", que é o single de seu novo projeto musical, o álbum "Mais de Mil Razões" pela Sony Music. 

A gravação do clipe foi dirigida por Cássius Cordeiro da produtora Brothers, que através das imagens quer passar também a idéia dessa nova fase do cantor. Com uma grande produção, mais de 20 figurantes e efeitos especiais, o clipe promete surpreender o público com a riqueza de detalhes. Todos as imagens de bastidores foram apresentadas em tempo real através do Snapchat do Cantor ( @MarceloAguiar12 ), e todos seus seguidores puderam acompanhar o passo a passo do processo.

"Junto e Misturado" é uma das 13 faixas do CD "Mais de Mil Razões", que chega às lojas físicas e digitais nos próximos dias. "Estou muito feliz com a chegada do CD! Quero muito mostrar esse projeto para todos aqueles que acompanham minha trajetória e para aqueles mais jovens que ainda não conhecem meu trabalho, mas que ao ouvir eles possam receber alegria, reconciliação com Deus e um novo tempo!" comentou Marcelo Aguiar.

O CD já está na fábrica e nos próximos dias deve chegar para o publico ouvir as 11 canções inéditas e duas releituras que marcaram a trajetória do cantor. O Clipe "Junto e Misturado" está em fase de edição e será lançado na segunda quinzena de julho.

Ricardo Costa - Assessoria de Imprensa

Marco Feliciano debate com Felipe Neto e ouve pedido de desculpas

Gospel World Webmaster 7/06/2016 Add Comment
Marco Feliciano debate com Felipe Neto e ouve pedido de desculpas

No mês passado, Felipe Neto usou o Twitter para atacar o deputado federal Marco Feliciano (PSC/SP). Ao comentar sobre o atentado em Orlando, que matou 50 pessoas em uma boate gay, chamou o pastor de “lixo humano”, responsabilizando-o por propagar o ódio aos gays. A resposta do parlamentar foi chama-lo para um debate ao vivo.
O vídeo desse encontro foi ao ar nesta terça (5) e a versão editada tem 45 minutos, fugindo da tradição do material de curta duração que tornou Felipe um dos youtubers mais populares do país. A expectativa do encontro é que haveria troca de ofensas, algo que o jovem tem costume de fazer. Contudo, ele surpreendentemente pediu desculpas a Feliciano, reconhecendo que não pode confundir uma pessoa com as ideias que ela defende.
Articulado, Neto insistiu que não era “porta-voz” da comunidade LGBT, mas usou de vários argumentos conhecidos do movimento para defender o casamento gay. Por sua vez, Marco precisou usar tanto da Bíblia quanto da Constituição para justificar seu posicionamento tanto como deputado quanto como pastor.
Mostrando não entender exatamente como funcionam os três poderes, o youtuber insistia que os deputados “falharam”, e por isso o STF estaria certo em ter rompido com o preceito constitucional e passado, na prática, a legislar sobre o assunto. Mesmo usando as leis atuais para embasar seus argumentos, Feliciano foi acusado de “misturar as coisas” e usar sua fé como “escudo”.
Ele explicou que seus posicionamentos como deputado não são baseados em opiniões, mas na legislação vigente. Deixou claro ainda que representa os evangélicos, a maior parte de seu eleitorado. “Eu falo por esse povo”, resumiu.
Felipe, contudo, tentou ensinar teologia ao pastor, fazendo uma dicotomia entre os ensinamentos de Jesus e de Paulo sobre a questão da homossexualidade. Alegou ainda que existe falta de consenso entre os evangélicos sobre o assunto, citando a existência de igrejas “inclusivas”. Curiosamente, tentou classificar alguns ensinamentos da Bíblia como “desaproveitáveis” para os dias de hoje.
O posicionamento do deputado cristão foi alertar para o perigo da jurisprudência aberta pelo Supremo Tribunal Federal ao autorizar que pessoas do mesmo sexo possam realizar união instável. Deixando claro que, pessoalmente, não se opõe à união estável, mas sim ao reconhecimento civil dela. Lembrou ainda que, em outros países, os movimentos LGBT querem forçar as igrejas a realizar cerimonias de casamento gay, algo inaceitável para ele.
A maior parte do vídeo mostra Felipe Neto e Marco Feliciano debatendo sobre pontos de vista religiosos sobre os gays. Em determinado momento, o pastor fez uma declaração controversa, dizendo que quem usa Levítico para pregar contra o casamento gay “é ignorante”. Mencionou ainda conhecer vários homossexuais e que a maioria optou por isso após terem sido abusados ou passado por sérios problemas na vida.
“A homossexualidade é ensinada. Ensine a criança o caminho que se deve andar, que ela vai andar por ele”, resumiu. O parlamentar voltou a repetir que não é homofóbico, lembrando que não mata e nem ofende pessoas LGBT.
Na parte final da conversa, o tema foi a acusação de Felipe Neto que “a igreja virou negócio” e por isso deveria pagar impostos, algo que é anticonstitucional. Citando a experiência no bairro carioca onde nasceu e cresceu, o youtuber tentou colocar todos os pastores na vala comum de “aproveitadores da fé alheia”.
O deputado lembrou a ele que essa não é a regra e que as igrejas são responsáveis por uma série de programas de cunho social. Além disso, essa intervenção do Estado nas instituições religiosas como “auditorias” fere o princípio do Estado laico.
Felipe Neto encerrou a entrevista, dizendo: “foi esclarecedor, foi interessante, supreendente em alguns pontos”. Diferentemente de Gregório Duvivier, que se negou a debater quando foi convidado por Feliciano durante o programa Pânico.
Assista:

Fonte: Gospel Prime

Bianca Toledo anuncia divórcio e acusa marido de ser gay e pedófilo

Gospel World Webmaster 7/06/2016 Add Comment
Bianca Toledo anuncia divórcio e acusa marido de ser gay e pedófilo

A pastora Bianca Toledo, famosa pela sua experiência de ressurreição, anunciou pelas redes sociais que está se separando do marido, o pastor Felipe Heiderich. Num vídeo em que explica o caso, ela desabafa, afirmando que ele está envolvido com homossexualidade e com pedofilia. O material foi visto mais de 3 milhões de vezes nas primeiras 24 horas e agitou as redes sociais na noite desta terça (6).
Segundo ela, Felipe fez uma tentativa de suicídio após confessar tudo. Ela levou o caso à justiça e ele agora se encontra acautelado em uma clínica psiquiátrica, diagnosticado com psicose maníaco depressiva, neurose grave e síndrome de múltiplas personalidades. Nos últimos dias, a missionária postou três vídeos, onde relata tudo o que aconteceu com o casal.
No mais recente, postado nesta terça-feira (5), esclarece que está aguardando “a justiça do Céu e a justiça dos homens”. Afirma que, como mãe de filho pequeno, está passando por um dos piores momentos de sua vida. Bianca explica que está sofrendo muito e que o senador Magno Malta, que acompanha a situação iria se pronunciar.
“Eu fui enganada”, afirmou ela, visivelmente emocionada. Explicou aos seus seguidores que continuará levando a palavra de Deus e pediu orações.
Embora não tenha dado maiores detalhes sobre a separação, na descrição do vídeo afirma: “A anulação do casamento foi aceita como legitima diante das provas apresentadas ao juiz e o pedido de prisão foi feito mediante comprovação suficiente”.
Para Bianca, “a teologia do Felipe era perfeita, mas seu interior era uma fraude. Me enganou e enganou a todos. É triste, mas é a verdade”. Ela explicou ainda que o pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público “mediante uma série de provas contundentes”. A pastora, que liderava com Felipe a igreja AME sublinha que “Deus me disse que traria tudo a tona para temor da igreja diante do engano que assola os últimos dias”. Finalizou com uma alerta:”O Senhor, que é justo, continuará dando lucidez a justiça dos homens pra estabelecer a Sua justiça. De Deus não se zomba com o altar não se brinca”.

Doença e divórcio

Em outubro de 2010, quando estava grávida de José Vitório, o intestino de Bianca se rompeu. O bebê nasceu prematuro, mas ela ficou 52 dias em coma. Passou quatro meses internada, precisando passar por 300 transfusões de sangue, dez cirurgias de abdômen e teve falência de órgãos. Clinicamente ela não tinha esperanças e foi declarada morta pelos médicos. Contudo, vivenciou um milagre. Quando voltou à vida, contou que teve um encontro sobrenatural com Deus.
A missionária conta que teve essa experiência para que pudesse anunciar ao mundo que os milagres são reais. A partir de então, passou a se dedicar a um ministério que hoje é conhecido internacionalmente. Além de cantar e pregar, ela possui o dom de cura. Já escreveu vários livros e gravou DVDs sempre com uma mensagem de fé no sobrenatural.
Porém, durante sua batalha para recuperar-se totalmente do quadro grave que a acometeu, foi abandonado pelo primeiro esposo, Renato Pimentel. Ele a acusava de traição e ela afirma ter provas do abandono que sofreu e que seus pastores na época testemunharam que ela tentou preservar o casamento até que o seu primeiro ex-esposo pediu o divórcio.
Fonte: GospelPrime